segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Ser Cristão - Jesus e Oração

Obediência e Mandamentos, ou Oração e Jesus?
Eis um dilema (duplo) fundamental que a igreja cristã precisa refletir, e resolver.
Uma básica e cotidiana vivência na comunhão conduzida pelas igrejas protestantes históricas irá demonstrar o forte valor dos Dez mandamentos - não matar ou cobiçar e não manter ídolos ou lhes prestar culto; para que a adoração a Deus seja considerada legítima, e boa. Igualmente, a obediência ritual e o compromisso trabalhista religioso são considerados paradigmas da fé salvífica. Neste processo, vemos crescer o legalismo religioso intra-muros na igreja local, restando-nos apenas defender a pureza doutrinária histórica.
O Cristianismo é distinto disso tudo. Ao invés dos Dez mandamentos enquanto projeto de avaliação de nossa "justiça" e comunhão com Deus, surge Jesus. Nosso alvo é uma pessoa - n`Ele estava a vida dos homens. Pois o julgamento será este: que a luz veio ao mundo e os homens amaram mais as trevas. Pois suas obras eram más e ninguém se aproxima de Jesus pra que não apareça quem realmente somos. O mundo já está julgado - e não serão Dez ou cinco mandamentos que nos darão segurança na volta de Jesus. Somente Jesus mesmo dará segurança. E Jesus não vive os 10 mandamentos, ou cinco. Ele vive... o Sermão do Monte. É preciso nascer de novo, Nicodemos.
Enquanto nos aproximamos de Deus através da prática de Dez ou 5 mandamentos - erro, ainda consideramos que a dedicação ritual aos valores denominacionais da igreja local, nos serão por componente de valoração de nossa fé - salvadora? Grave engano.
A Fé que salva tem a ver com crer e praticar a mediação de Jesus no relacionamento com Deus - Espírito, que é o que nos transforma e portanto regenera! E parece que não sabemos porque orar, já que Deus tudo sabe. Mas, é simples: oramos porque somente conseguimos o Reino pela Fé, não obras. E oração é fé. Pois pedimos o que não vemos enquanto aguardamos convictos. Eis como conseguimos que Venha o Reino e seja feita a Vontade Deus -a  nossa aguardada Vida cristã: é pela Oração. Fé! Não por obras.
E é através da Oração que é Fé que somos salvos, não na obediência obreira aos mandamentos de Moisés ou às regras organizacionais. Não mesmo! Só há salvação na Pessoa de Jesus, que somente seguimos quando n`Ele vivemos nosso dia a dia, orando - por isso mesmo e cotidianamente, o Pai Nosso. Alcançando assim pela fé, o que não temos nem somos: Justiça e Justos de Deus!
Jesus e Oração. Eis o Cristianismo. Eis a Igreja que se move, sempre se reformando.

Um comentário:

  1. Obrigado por estas palavras pastor. Vieram na hora certa.

    Jonatha Zimmer

    ResponderExcluir